Esportes

Acompanhantes estão passando fome no HUT após prefeitura suspender refeições
Postado em: 06/06/2017
Tamanho da fonte A A

Acompanhantes de pacientes internados no Hospital de Urgências de Teresina (HUT) estão passando fome no local. Isso ocorre porque a direção do hospital decidiu suspender o fornecimento de alimentação para acompanhantes.

Eles procuraram a reportagem do Portal Teresina Diário na manhã desta sexta-feira (02) para denunciar o caso.

Sem ter condições de comprar alimentação, muitos acompanhantes de pacientes que vem do interior do Estado estão tendo pedir comida nas ruas. O mototaxista Ney de Sousa, conta que várias vezes já teve que tirar do próprio bolso, dinheiro para pagar comida para pessoas que estavam passando fome no hospital.

img_9585

“As pessoas aí dentro estão morrendo é de fome, um dia desses tinha uma senhora aqui que chega estava se tremendo, eu a levei na lanchonete e paguei um lanche para ele. O que estão fazendo aí é desumano. A maioria só está se salvando porque a noite os evangélicos aparecem com comida para eles”, afirmou o mototaxista.

Josenilda de Sousa, de 32 anos, mora na cidade de Picos (município localizado a 308 km de Teresina), e desde domingo (28) estava com um filho internado no local. Ela conta que teve que pedir ajuda de pessoas estranhas para poder comer.

“É uma situação muito triste, eles negarem comida para pessoas que mal tem condição de vir aqui. Se eu não tivesse uns conhecidos morando aqui em Teresina eu tinha morrido de fome”, denuncia a dona de casa.

img_9594

A aposentada Lindalva Alves do Nascimento, de 62 anos, está com o filho internado no local que realiza diálise peritoneal, ela está revoltada com o tratamento que está sendo fornecido pelo HUT aos acompanhantes.

“A pessoa vem sem nenhum tostão, e ainda proíbem a gente de trazer nossa alimentação de casa. Eles disseram que ou dão o remédio ou dão a alimentação. Tem gente que vem de outras cidades e não sabe nem sair fora do hospital”, afirmou a aposentada.

O que diz o HUT

Em resposta ao Portal Teresina Diário, diretor-geral do HUT, Gilberto Albuquerque, informou que a alimentação continua sendo fornecida para acompanhantes de menores de 12 anos e de idosos acima de 60. A medida foi uma adequação às novas normas e orçamentos definidos pela Fundação Municipal de Saúde (FMS).

“Essas pessoas que acompanham menores e idosos continuam recebendo alimentação normalmente e não terão prejuízos, foi uma medida necessária para a contenção de gastos”, disse o diretor.

gilberto albuquerque hut

Segundo o médico, o acompanhamento de pessoas adultas no hospital não é obrigatório, por isso o local decidiu suspender a alimentação para esse público. Gilberto informou ainda que são cerca de 200 pessoas que tiveram a alimentação suspensa.

O valor gasto pelo HUT com cada acompanhante por refeição é de R$ 22 a 26 reais, gerando um custo de cerca de R$ 5 mil por dia aos cofres do município.

Teresinadiario

Quinta-Feira - 24 de Agosto de 2017

 
PUBLICIDADE





 
Portal PontoNet - A Inovação Que Tem Ponto na Net © 2017 www.portalpontonet.com.br
Rua José de Sousa Morais 232 Bairro Serranópolis, Jaicós/PI
DIRETOR GERAL: Roberto José de Carvalho - DIRETOR FINANCEIRO: Lucienne de Lima Coutinho
Telefone: (89)9921-3070 / 9417-4175 - Email: portalpontonet@hotmail.com

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal.
Os demais, não representam necessariamente a opinião do Portal Ponto Net e são de inteira responsabilidade de seus autores.